logo fpa


Curso Autorizado pela Portaria MEC nº 239 de 5 de março de 2015 – D.O.U.  6/03/2015

 

Botão

SOBRE O CURSO

O curso de arquitetura e urbanismo da FPA está voltado para a formação de um profissional técnico-humanista, capaz de responder às demandas sociais para a produção de seus espaços com sensibilidade e arrojo, valendo-se amplamente de suas habilidades técnicas, mas também mobilizado por repertórios artísticos. Diagnosticar, planejar, projetar e levar à construção  são ações e habilidades consideradas como centrais para o desempenho profissional do arquiteto e urbanista formado pela FPA.

A matriz curricular do curso de Arquitetura e Urbanismo da FPA, aprovada pelo MEC, percorre tanto as disciplinas projetuais e teóricas, quanto o referencial técnico necessário à formação do arquiteto (desenho técnico e auxiliado por computador, geometria, cálculo, resistência dos materiais etc.). Com a contribuição diferencial do universo das artes, em disciplinas voltadas à expressão gráfica, aos conhecimentos de estética e história da arte, intervenções e ações colaborativas em espaços públicos.

O PROFISSIONAL FORMADO

O egresso do curso de Arquitetura e Urbanismo da FPA será preparado para as constantes transformações sociais e tecnológicas e incentivado a responder com criatividade às demandas provocadas por essas mudanças.

Essas transformações apresentam necessidades e possibilidades diversas ao arquiteto e urbanista, impondo novas formas de criação, organização e construção dos espaços das cidades. Para isso, o curso contribuirá para sua capacitação com conhecimentos de repertórios técnicos e estéticos que propiciarão sua competitividade, produtividade  e inventividade diante dos desafios provocados pelos cenários em transformação.

ATUAÇÃO NO MERCADO DE TRABALHO

O arquiteto e urbanista será formado como um profissional capaz de compreender e traduzir as necessidades do indivíduo e da sociedade em que está inserido. Conhecimentos estéticos e projetuais, socioculturais, tecnológicos e ambientais, somados às habilidades de expressão criativa, serão a base de sua formação, permitindo sua atuação efetiva em áreas como  edificação e historiografia da arquitetura, urbanismo e planejamento urbano, bem como a intervenção e conservação sobre o patrimônio construído, entre outras.